EDP emite facturas exageradas para consumidores de Carapito e Eirado

carapitoanoite

Muitos dos habitantes de Carapito, mas também alguns do Eirado, receberam no passado mês facturas para pagarem a electricidade consumida, com valores que no mínimo triplicam os valores do mês anterior.

Há relatos de facturas com valores de 300€, 400€, 500€ e até de 1000€ ou 5000€ para cobrança.

Tendo já vários consumidores contactado a EDP, não lhes foi prestada qualquer justificação ou esclarecimento em concreto.

Entre as sugestões feitas pela empresa, estão o pedido de um abaixo assinado, tendo também adiantado que podiam enviar um técnico a casa do consumidor para verificação de anomalias, mediante pagamento da deslocação.

O assunto chegou a ser levado a reunião de Câmara pela vereadora Teresa Barranha, que alertou para o facto de haver famílias que não auferem mensalmente metade do valor que têm agora que pagar, antes que a electricidade lhes seja cortada. Uma das sugestões feitas pela vereadora foi a de que a Câmara apurasse junto da EDP as razões para o sucedido e que disponibilizasse um balcão de atendimento, para que as pessoas possam fazer as suas reclamações/acordos de pagamento, até que a situação fosse esclarecida.

O executivo municipal mostrou na altura abertura para colaborar na resolução do problema que está a indignar vários munícipes das duas freguesias, não se conhecendo no entanto nenhuma iniciativa em concreto.

No sentido de poder ajudar os consumidores, o Caruspinus contactou a EDP, que prestou os seguintes esclarecimentos:
O facto de os valores dessas facturas serem tão elevados deve-se quase de certeza a acertos. No entanto será necessário analisar cada caso.

Questionada de seguida sobre o motivo para os acertos poderem ascender a várias centenas de euros, a empresa esclarece:
Normalmente os acertos incidem sobre os últimos 3 ou 6 meses. No entanto, caso não seja possível fazer a leitura na casa do cliente, que nem sempre tem o contador acessível do exterior, é-lhe enviada uma carta para que este comunique o valor directamente à EDP. Numa situação destas e não havendo comunicação por parte do cliente, os acertos já podem ir até 1 ano, que é o que aconteceu certamente com alguns destes clientes.

Ainda assim, e para que possam esclarecer em concreto a situação, os consumidores que viram as suas facturas ser aumentadas significativamente devem contactar a linha de apoio a cliente da EDP, estando na posse do número de cliente, titular e morada do contrato. Devem também verificar na factura se o serviço de que dispõem é referente à EDP Universal ou à EDP Comercial e contactar aquele que lhes disser respeito. Os números para contacto são os seguintes:

EDP Universal:  808 505 505
EDP Comercial: 808 53 53 53

A EDP esclareceu ainda que, verificando-se que o valor das facturas é o correcto, o cliente pode ainda pedir o pagamento faseado, devendo para isso comunicá-lo no contacto telefónico, onde lhe será indicado o procedimento.

Por forma a evitar que situações destas se repitam é de todo aconselhável que os consumidores comuniquem à EDP, através dos números acima, a leitura do contador, mensalmente ou de 2 em 2 meses, de acordo com o contrato que tiverem.

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] seguimento da notícia adiantada em primeira mão pelo Caruspinus, a SIC visitou no passado dia 28 de Janeiro o concelho de Aguiar da Beira, onde ouviu vários […]

Deixe uma resposta

Quer juntar-se à discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *