Aldeias Históricas de Portugal e Turismo Fundos incentivam ao investimento no território a 26 de fevereiro

Com uma oferta ímpar em cultura, património, aventura, História e envolventes naturais, as Aldeias Históricas de Portugal são um destino irresistível e único no mundo. Para incentivar ao investimento no território, a Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal e a Turismo Fundos promovem uma sessão de esclarecimento no próximo dia 26 de fevereiro, na Aldeia Histórica de Sortelha.

Sortelha

A Associação de Desenvolvimento Turístico das Aldeias Históricas de Portugal e a Turismo Fundos vão apresentar, no dia 26 de fevereiro, pelas 15h00, nas instalações da Junta de Freguesia da Aldeia Histórica de Sortelha, o Programa de Investimento em Territórios de Baixa Densidade, gerido pela TF Turismo Fundos SGFII, S.A. Este tem por objetivo criar condições financeiras para estimular o aparecimento de projetos de investimento que se traduzam na valorização económica de ativos imobiliários afetos ou a afetar a atividades turísticas, e que promovam o desenvolvimento e a sustentabilidade das economias locais e regionais.

Uma iniciativa em linha com a estratégia da Rede das Aldeias Históricas de Portugal, cujo compromisso com a sustentabilidade, preservação da natureza, costumes e tradições das gentes locais e património das 12 aldeias. já foi reconhecido com a entrega do certificado BIOSPHERE DESTINATION. De facto, as Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede, no mundo, e o primeiro a nível nacional, a ganhar esta distinção.

A sessão de esclarecimento marcada para dia 26 de fevereiro vai proporcionar informação qualificada e orientadora, dar a conhecer como funciona o programa e prestar esclarecimentos a empresários, estimulando assim o investimento no território.

Com o apoio do Município do Sabugal e da Junta de Freguesia de Sortelha, a participação é gratuita, mas obriga a inscrição através dos seguintes contactos:
E-mail: tatiana.saraiva@aldeiashistoricasdeportugal.com;
Telef: 275 913 395

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se à discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *