Serviço de transporte a pedido ‘IR e VIR’ já serviu perto de 2000 pessoas de Viseu Dão Lafões em mês e meio

Segunda fase do serviço de transporte flexível, disponibilizado pela CIM Viseu Dão Lafões, “está a ser um grande sucesso“. As novas opções de mobilidade para a população permitem que cada vez mais utentes se desloquem de forma económica e rápida em toda a região.

©CIMVDL

O arranque da segunda fase do serviço de transporte flexível, a pedido, ‘IR e VIR’está a constituir um enorme sucesso, com cerca de 2000 passageiros a usufruírem, em apenas um mês e meio, deste serviço inovador disponibilizado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões“, referiu a CIM em comunicado.

O serviço ‘IR e VIR’ possibilita aos habitantes da região Viseu Dão Lafões deslocarem-se de táxi, de forma cómoda, rápida e pelo preço de um simples bilhete de autocarro, em localidades que não são servidas de forma eficiente pela rede de transportes coletivos de passageiros.

A primeira fase deste projeto da CIM Viseu Dão Lafões foi lançada no dia 1 de Outubro de 2021, com o ‘Serviço Municipal’, que veio ligar todas as localidades (sem acesso a transporte público, ou que apenas tinham esse transporte em alguns horários) aos centros dos municípios.

A segunda fase, que arrancou a 18 de Julho deste ano, apresentou como grande novidade duas novas modalidades de transporte, transformando o ‘IR e VIR’ numa proposta de mobilidade ainda mais integrada e amiga das populações. Assim, foi lançado o ‘Serviço Intermunicipal’, que assegura as ligações entre as sedes de concelho e os municípios abrangidos, quando essa ligação não existia através de carreira pública; e o ‘Serviço de Comboio’, que liga todas as localidades dos municípios às estações e apeadeiros da linha da Beira Alta presentes em Viseu Dão Lafões.

Na sua segunda fase, esta proposta de mobilidade passou a estar disponível nos municípios de Carregal do Sal, Castro Daire, Mangualde, Penalva do Castelo, São Pedro do Sul, Sátão, Vila Nova de Paiva e Viseu, alargando a lista inicial de concelhos, que já contava com Aguiar da Beira, Nelas, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Tondela e Vouzela. Assim, ficou garantida a cobertura de transporte público de passageiros em cerca de 850 localidades do território.

Contando com uma frota de perto de 100 táxis, o serviço ‘IR e VIR’ viu ainda a sua oferta ser reforçada na segunda fase, ao passar a estar disponível todos os dias da semana, exceto sábados, domingos e feriados, em quatro horários: dois de ida e dois de volta.

Para o Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Fernando Ruaso número de utentes alcançados neste primeiro mês e meio é a prova de que a CIM, fruto de um profundo conhecimento do território, entendeu as necessidades de transporte da população. Com muita satisfação constatamos que estávamos certos em avançar e fazer evoluir este audacioso projeto, capaz de atenuar boa parte das carências ao nível do transporte público de passageiros, que as zonas mais isoladas e populações mais fragilizadas do nosso território sentiam

Apesar dos bons indicadores agora apresentados, vamos continuar atentos e a introduzir melhorias neste serviço público, que consideramos essencial para o reforço da coesão social e territorial de Viseu Dão Lafões”, conclui Fernando Ruas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.