Primeira Escola de Pastores com inscrições abertas até 23 de Agosto — conclusão do curso garante bolsa de 5000 euros

Criação da primeira Escola de Pastores integra-se no projeto “Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro”. Uma ideia pioneira, dirigida sobretudo aos mais jovens, que no final do curso têm à espera uma bolsa de cinco mil euros para começar a atividade de pastor na região.

Abre no próximo mês de Setembro uma Escola de Pastores, numa ideia pioneira que visa captar jovens para uma actividade que está em risco de desaparecer. A iniciativa apoiada por fundos comunitários prevê a atribuição de uma bolsa de 5 mil euros a quem se formar no curso. As inscrições estão abertas até 23 de Agosto e as aulas devem começar a 23 de Setembro.

Escola de Pastores faz parte do projecto “Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro” que é apoiado por fundos comunitários do programa CENTRO 2020 e que resulta de uma parceria entre associações de produtores, escolas, centros de tecnologia e as Comunidades Intermunicipais de Viseu Dão Lafões, das Beiras e Serra da Estrela, da Beira Baixa e da Região de Coimbra.

O projecto é coordenado pela InovCluster — Associação do Cluster Agroindustrial do Centro e envolve também a criação de uma bolsa de terras, visando a valorização dos queijos DOP da Região Centro.

A Escola de Pastores vai ser itinerante, contando com uma componente teórica de 110 horas e uma componente prática de 410 horas, com formação em maneio sanitário, maneio reprodutivo, alimentação, pastagens e forragens e silvo-pastorícia, ovinicultura e caprinicultura e gestão da exploração, num total de quatro meses.

A componente teórica do curso vai realizar-se na Escola Superior Agrária de Viseu (ESAV), com a parte prática a decorrer em Viseu, Oliveira do Hospital e Gouveia e na Escola Superior Agrária de Castelo Branco (ESACB), com a componente prática a decorrer em Castelo Branco, no Fundão e Penela.

Segundo a técnica superior do gabinete de saúde pública e veterinária da Câmara de Gouveia, Regina Lopes, o objectivo é ter no final do curso, pelo menos, “20 produtores que se liguem futuramente à agricultura”, motivados pelo “prémio de cinco mil euros, uma pequena ajuda para o início da actividade”. “É um prémio com compromissos, o pastor tem que se instalar na área”, acrescenta.

O objetivo da Escola de Pastores é valorizar as DOPs da região centro, a DOP Serra da Estrela, Beira Baixa e Rabaçal.

Todos os empreendedores em idade ativa podem candidatar-se a este programa, preenchendo o formulário de inscrição, AQUI. Para mais informações, contactar a InovCluster através do 272 349 100 ou do endereço de email geral@inovcluster.pt.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se à discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *