Carapito

Há 30 anos nascia uma rádio em Carapito

“Rádio Monte Calvário, a rádio mais no meio do campo!”

1986 - José Francisco Caseiro no estúdio da RMC, no CCRC (foto Espólio Caruspinus).
1987 – José Francisco Caseiro no estúdio da RMC, no CCRC (© Espólio Caruspinus).

Estávamos em 3 de agosto de 1986. Numa quente manhã de domingo, decorriam as provas desportivas da festa do Clube. A seguir tudo com a maior atenção estava um locutor, que, narrava com o maior entusiasmo as provas para a acabada de criar Rádio Experimental de Carapito que, imediatamente seria conhecida como REC. O estúdio tinha sido adaptado à pressa em casa dos pais de um dos fundadores e principal locutor, o estimado José Francisco Marques Caseiro. As condições técnicas eram elementares: um pequeno emissor, dois gravadores, um microfone, uma aparelhagem que servia de mesa de mistura e umas boas dezenas de cassetes. Foi assim que, com poucos colaboradores, iniciaram as emissões da REC nesse quente verão de 1986.

A partir de fevereiro de 1987, em FM-92.5 MHz, a REC passou a chamar-se Rádio Monte Calvário (RMC), emitindo a partir do estúdio na sede do Clube Cultural e Recreativo de Carapito (CCRC).

As emissões começavam assim:

A RMC foi a primeira rádio do concelho de Aguiar da Beira e a terceira do distrito da Guarda. Foram três anos de muitas histórias, entrevistas, música e tantas coisas mais. As principais rubricas foram:
Momento de Amizade – José Francisco Marques Caseiro;
Do Sol à Lua – José Francisco Marques Caseiro/Carlos Paixão;
Duplex – José Francisco Marques Caseiro/Carlos Paixão;
Feira da Música – Riso & Ritmo Lisboa, Lda.;
Recordar – António José Ferreira;
Figuras da Nossa Terra – Carlos Paixão;
Ponto Final – José Figueiredo;
Romantismo e Paixão – José Francisco Marques Caseiro;
Som Português – Vítor Reis;
Espaço Infantil – Vários;
Por Nossas Terras… – Carlos Paixão;
Desporto na Monte Calvário – Carlos Paixão;
Meteorologia na Ribeira – José Caetano;
Hora de Sesta – Carlos Paixão, entre outros.

1987/88 - Passagem de ano no estúdio da RMC (foto Espólio Caruspinus).
1987/88 – Passagem de ano no estúdio da RMC (© Espólio Caruspinus).

No final da década de 80 as estações de rádio piratas sobrepunham-se, amontoadas nas frequências e, consequentemente, a qualidade da transmissão não era a melhor. Perante a situação caótica que se vivia na radiodifusão, o Estado interveio e criou legislação própria para as rádios livres, que, assim, deixaram de o ser, em 1989.

A RMC, certamente por falta de meios para obter um alvará, teve que encerrar, o que aconteceu no dia 27 de agosto de 1989. Pode ouvir aqui, em exclusivo, o encerramento.

Esta é apenas mais uma aventura, de entre muitas outras a que Carapito já deu origem, que, tem já o seu lugar assegurado na história recente da aldeia.

RMC, Rádio Monte Calvário!” era um dos slogans.

A rádio mais no meio do campo!
A primeira no concelho!
Sempre na frente!
foram outros que o seguiram.

Tó-Zé Paixão entrevista várias queijeiras na feira de São Pedro de Verona (foto Espólio Caruspinus).
Tó-Zé Paixão entrevista várias queijeiras na feira de São Pedro de Verona (© Espólio Caruspinus).

Na comemoração dos 20 anos da RMC, em 2006, José Francisco Marques Caseiro compilou em CDs muitos dos momentos mais icónicos. A compilação está disponível para aquisição no CCRC.

RMC5 RMC6

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *