Notícias

Festa de S. Sebastião com brilho e com sol

A procissão a sair
A procissão a sair da capela do Santo.

Festa que é festa dura três dias. Por isso a festa de S. Sebastião começou logo na sexta feira.

Sábado à noite o conjunto K5 fez aquecer os pés e movimentar a dança pela voz da carapitense, Cátia Gonçalves, enquanto outros se aglomeravam em frente da fogueira, que este ano foi um autêntico cepo, com muita brasa para assar inúmeras chouriças. O vinho com o rótulo de S. Sebastião também ajudou a aquecer a noite fria.

O Domingo com sol quentinho atraiu novos e velhos para a capela do Santo, onde se celebrou a missa. A referência feita pelo celebrante, sr. Padre Silvério, dos três santos, foi oportuna logo no início do ano; Santo Amaro a 15; Santo Antão a 17 e S. Sebastião a 20 de Janeiro, para que nos livrem de todo o perigo durante o ano.

No fim os belos andores subiram até às Adegas, continuaram pelo Arrabalde ao som da reza do terço e dos cânticos.

No fim da bênção ainda a capela estava cheia de fiéis para cantarem o tradicional “S. Sebastião Bendito“.

Fiéis cantam a S. Sebastião no interior da capela.

De tarde novo conjunto para levar a grande festa até para além da meia noite, com o grupo MF MUSIC.

Referência especial aos mordomos que deitaram mãos à obra e colocaram com esmerado trabalho, nova armação em ferro e telhado no coberto, pois o velho ameaçava ruir.

Quem quiser ainda pode contribuir para esta obra que está muito bem acabada.

Os mordomos deste ano foram: Cláudio Batista Vitorino, Francisco Mesquita Sobral, Rui Pedro Lopes Nunes e Luís Carlos Baltazar Tenreiro.

Nomearam para os substituir Orlando Artur de Jesus Santos, José António do Nascimento Caseiro, Sérgio Coelho Figueiredo e Daniel Salvador Matos Sousa Navoeiro.

Parabéns aos mordomos deste ano e que os do próximo ano se sintam motivados.

Tó-Zé Paixão

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *