Notícias,  Região

Escola de Queijeiros arranca com 21 alunos

Sessão Solene de abertura da Escola de Queijeiros decorreu na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco e contou com a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

Abertura da Escola de Queijeiros. NGI

Vinte e um formandos vão aprender a fazer queijos DOP (Denominação de Origem Protegida) na Escola de Queijeiros, que abriu oficialmente na segunda-feira em Castelo Branco.

A iniciativa pioneira está integrada no Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro, cofinanciada pelo Centro 2020.

A sessão de abertura decorreu na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco, que vai coordenar, com o Instituto Politécnico de Viseu, a formação dos futuros produtores de queijos. As aulas serão ministradas pelas respetivas escolas superiores agrárias.

A Escola de Queijeiros recebeu 58 candidaturas, para um total de 20 vagas disponíveis, o que levou à matrícula de um total de 21 formandos: 11 pertencentes à DOP da Beira Baixa, 7 à DOP da Serra da Estrela e 3 à DOP do Rabaçal.

A ministra da Coesão Social, Ana Abrunhosa, elogiou o trabalho “em rede” num projecto que considerou ser “um dos melhores exemplos de coesão“.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *