Dia de luto no Feriado Municipal em Aguiar da Beira

O Presidente da Câmara Municipal de Aguiar da Beira, Joaquim Bonifácio, decretou um dia de luto municipal para esta quarta-feira, 10 de Fevereiro “em manifestação de pesar, homenagem e solidariedade do Município, para com todos os munícipes que se encontram enlutados e em particular para com todos os que perderam a vida pela doença provocada pelo vírus SARS-CoV-2, e seus familiares.

Nesta quarta-feira, dia em que se comemoraria o Feriado Municipal, não haverá celebração e a bandeira municipal será colocada a meia haste. O Presidente do Município deixou ainda uma mensagem no Facebook que de seguida transcrevemos:

“Caros Aguiarenses:

Quando, há um ano atrás, celebrámos o Dia do Município, não imaginávamos que, passado um ano, iríamos ter essa celebração tão condicionada por um flagelo que se abateu sobre toda a humanidade. De facto, a situação que vivemos impede-nos de comemorar este dia da forma festiva como é habitual e que se justifica. Como compreendeis, devido às circunstâncias que vivemos, o executivo municipal decidiu limitar as comemorações ao ato simbólico do içar da bandeira frente a Câmara Municipal. Não temos os habituais convidados, as homenagens, as entregas de prémios, enfim, não haverá a festa e a alegria habituais neste dia. No entanto, apesar destas limitações, não podemos deixar de assinalar e de viver, com entusiasmo interior, a passagem de mais um aniversário sobre o dia em que corajosos aguiarenses nossos antepassados foram capazes de voltar a tomar, com as suas próprias mãos e nas suas próprias mãos, os destinos do nosso concelho. Foi em fevereiro de 1898. Há 123 anos. Esse, foi sem dúvida, um dos dias mais memoráveis da nossa história de muitos séculos.
Por isso, nunca é demais salientar que Aguiar da Beira tem construído uma história, pela afirmação das nossas gentes aquém e além fronteiras, marcada por momentos bons e por momentos menos bons como os tempos que vivemos na atualidade.
Tempos difíceis, sem dúvida, estes em que as nossas vidas foram autenticamente viradas do avesso por um inimigo invisível e imprevisível, capaz de assumir novas e mais perigosas variantes, e que só podemos combater, para já, com alguma eficácia, através do distanciamento físico e do cumprimento rigoroso de um conjunto de medidas sanitárias e de higiene. Um inimigo que, ao contrário do que alguns querem fazer crer, é bem real, tal como muitos já sentiram e continuam a sentir na sua saúde e na perda da própria vida. No momento em que o nosso concelho e o nosso país vivem os piores momentos desta pandemia, é importante afirmar que não é com negacionismos ou com divisionismos de qualquer espécie que conseguimos ultrapassar esta situação. É certo que estamos todos cansados, muito cansados, mas enterrar a cabeça na areia e baixar os braços não vai milagrosamente acabar com o vírus. Mais do que nunca é necessário não negar o problema, mas sim encará-lo de frente e combatê-lo com rigor, disciplina e perseverança. E mais do que nunca é necessário que façamos esse combate unidos, sem aproveitamentos oportunistas que apenas minam e enfraquecem a luta contra esse inimigo comum.
É por isso que a mensagem que hoje se impõe, no dia em que celebramos o nosso Município, assenta essencialmente nestes valores – disciplina, resiliência e união. No futuro, a história julgar-nos-á pela forma como soubemos, ou não, pôr em prática estes valores para vencer este combate.
Pela nossa parte, foram esses os princípios que nortearam a ação do executivo camarário ao longo deste último ano. Estivemos sempre na linha da frente do combate à pandemia e procurámos, por todos os meios ao nosso alcance, dar todo o apoio às pessoas e às instituições que dele necessitaram, nomeadamente as IPSS, as ERPIS e Centros de Dia, os Bombeiros, o Centro de Saúde, o Agrupamento de Escolas ou as Juntas de Freguesia. Fomos, e vamos continuar a ser, transparentes na informação e colaborantes com todas as instituições, porque a gravidade do momento exige o máximo de responsabilidade da parte de todos. É certo que o Plano de Atividades para o Município, previsto para o ano de 2020, foi altamente afetado pela situação vivida. Muitas atividades deixaram de se realizar, nomeadamente aquelas que implicavam uma maior envolvência social. No entanto, o que pôde ser feito foi feito e conseguimos realizar ou iniciar obras de grande envergadura e impacto para o concelho. Simultaneamente, prosseguimos uma política de rigor na gestão do erário público que nos permitiu ser considerados como um dos melhores municípios na eficiência financeira a nível nacional. É esse o caminho que vamos continuar a trilhar no ano que agora se inicia, garantindo, novamente, que tudo continuaremos a fazer pelo progresso do concelho e dos nossos munícipes.
Apesar de ser importante ter plena consciência do momento difícil que vivemos e da dureza que os próximos tempos ainda nos vão trazer, é igualmente importante perceber que há também muitos motivos para ser otimista. Tal como no passado, a resiliência das comunidades e o conhecimento científico hão-de transportar-nos para o fim deste túnel, onde já se avista uma luzinha, acesa pelo processo de vacinação entretanto iniciado. A realidade mostra-nos que esse processo, apesar dos progressos extraordinários que teve ao longo deste ano, não decorrerá com a rapidez e a facilidade que se impõe e que todos desejamos. No entanto, com maior ou menor dificuldade, à medida que a vacinação geral avançar aproximar-nos-emos mais dessa luz. Entretanto, … disciplina, resiliência e união.
Antes de terminar, neste dia do Município celebrado desta forma tão singela e, diria mesmo, tão triste, não podemos passar sem prestar uma sentida homenagem a todos aqueles que foram vítimas deste vírus traiçoeiro, no nosso concelho, assim como a todos os outros aguiarenses que nos deixaram neste último ano. Ficarão para sempre na nossa memória, porque uma comunidade que não honra e não recorda os seus antepassados é uma comunidade incapaz de enfrentar os desafios do presente e de caminhar com esperança para um futuro melhor. Aos seus familiares quero deixar um abraço de solidariedade e a garantia de que o Município estará sempre disponível para os apoiar em tudo o que for necessário.
Caros aguiarenses,
Vamos enfrentar estes tempos difíceis com coragem e confiança, na certeza de que, se estivermos unidos, será mais fácil alcançarmos o futuro melhor que desejamos para nós e para os nossos filhos.
Viva Aguiar da Beira

O Presidente da Câmara Municipal
Joaquim Bonifácio
10-02-2021″

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.