Concelho,  País

Recenseamento Agrícola 2019 — INE recruta entrevistadores

O Instituto Nacional de Estatística (INE) vai realizar o Recenseamento Agrícola 2019 (RA 2019), uma operação censitária efetuada de dez em dez anos, no quadro da legislação europeia. A recolha de dados, dirigida a todas as explorações agrícolas, será efetuada por entrevista presencial, em todo o território nacional, no período compreendido entre outubro de 2019 e maio de 2020. A dimensão desta operação estatística implica o recrutamento de 1300 entrevistadores, em regime de Contrato de Prestação de Serviços, que serão responsáveis pela realização das entrevistas, registo e validação de dados.

O Recenseamento Agrícola é um importante instrumento para a caracterização da agricultura do país, das estruturas e sistemas de produção, da população rural e dos modos de produção agrícola. Constitui um instrumento essencial para o conhecimento da agricultura portuguesa, para a quantificação do seu contributo para a economia nacional, para a definição das políticas públicas e para a tomada de decisão no domínio privado deste setor. Assume-se, além disso, como a única fonte exaustiva de informação sobre o setor agrícola, pois recolhe dados sobre todas as explorações agrícolas nacionais, proporcionando resultados a níveis geográficos muito detalhados como a freguesia ou o município.

A realização do Recenseamento Agrícola permite, assim, responder às necessidades estatísticas nacionais e internacionais, obrigando atualmente, a legislação da UE que todos os Estados Membros procedam à realização desta operação, assegurando a existência de um mesmo enquadramento geral (conceptual e metodológico), o que permite obter resultados harmonizados e comparáveis. Esta obrigatoriedade decorre da importância dos resultados do Recenseamento Agrícola para a definição e monitorização da Política Agrícola Comum, cuja relevância se encontra traduzida ao nível do orçamento da UE, enquanto instrumento fundamental para o desenvolvimento económico e social europeu.

Os recenseamentos agrícolas são de carácter obrigatório face à regulamentação comunitária vigente e procuram responder às necessidades estatísticas nacionais e internacionais, designadamente:

  • Caracterizar a estrutura das explorações agrícolas em Portugal e analisar a sua evolução com operações estruturais anteriores (censitárias e intercensitárias);
  • Analisar a evolução dos sistemas de produção agrícola;
  • Dar a conhecer as principais práticas culturais;
  • Caracterizar a população agrícola familiar e a mão-de-obra agrícola;
  • Disponibilizar informação sobre a origem do rendimento do produtor;
  • Apresentar um conjunto de informação relacionada com o desenvolvimento rural e as outras atividades lucrativas não agrícolas da exploração;
  • Informar sobre a evolução da sucessão da exploração agrícola;
  • Constituir um ficheiro de explorações agrícolas e estabelecer a Base de Amostragem Agrícola para os inquéritos agrícolas da próxima década.
As candidaturas poderão ser efetuadas em www.ine.pt a partir de janeiro de 2019.

Para mais informações, envie e-mail para ine-recrutamento@ine.pt.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *