Programa Erasmus+

400 milhões para Portugal através do Programa Europeu Erasmus+.

Com a presença do Ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes, e do Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato foi apresentado publicamente no passado dia 13 de fevereiro de 2013, em Lisboa, o Programa ERASMUS+, o programa europeu de apoio à educação, formação, juventude e desporto para 2014 – 2020.

Destinado a todos os jovens europeus, prevê-se que mais de quatro milhões terão a oportunidade de estudar, participar numa ação de formação, adquirir experiência de trabalho ou fazer voluntariado no estrangeiro, através do Erasmus+.

A gestão dos fundos nacionais manter-se-á articulada com cooperação estratégica entre duas agências: uma com especialização nas áreas de educação e formação e outra com enfoque nas áreas da juventude e desporto, à semelhança do que acontecia com o Programa Aprendizagem ao Longo da Vida e o Programa Juventude em Ação.

O  Programa Erasmus+

Resumidamente:

  • tem por objetivo reforçar as competências transversais e a empregabilidade, bem como modernizar a educação, a formação e a animação de juventude;
  • abrange um período de sete anos;
  • disporá de um orçamento global de 14,7 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 40% em relação aos níveis de investimento atuais, em consonância com o compromisso assumido pela UE para esta área.

Portugal consegue um aumento dos fundos para estes setores, comparativamente com os programas anteriores 2007-2013, que se cifra em 400 milhões de euros distribuídos entre os anos 2014 a 2020.

 

Mais informações:

E-mail:joaquim.freitas@juventude.pt
Agência Nacional para a Gestão do Programa Juventude em Ação

Particularmente na Zona Centro todos os interessados poderão solicitar mais esclarecimentos nas Lojas Ponto JA do IPDJ de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu ou consultar o Portal da Juventude em: www.juventude.gov.pt

Com os melhores cumprimentos,

O Diretor Regional do Centro

José Cardoso

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se à discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *