Concelho,  Notícias

Município de Aguiar da Beira mantinha em 2019 elevadas percentagens de água não facturada e perdida

A ERSAR apresentou na última sexta-feira o Relatório Anual dos Serviços de Águas e Resíduos em Portugal (RASARP 2020). Segundo o relatório, em Aguiar da Beira, a percentagem de água não facturada ultrapassa os 64%. As perdas reais de água no município alcançaram os 260 milhões de litros em 2019.

https://cm-aguiardabeira.pt/

A Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) divulgou na passada sexta-feira o Relatório Anual dos Serviços de Águas e Resíduos em Portugal (RASARP 2020), que sintetiza a informação mais relevante referente à caraterização do sector no ano de 2019.

RASARP é editado anualmente em dois volumes; o volume 1 sintetiza a informação mais relevante sobre os serviços de águas e resíduos no ano anterior; o volume 2 sintetiza a informação mais relevante relativa à qualidade da água fornecida aos utilizadores pelas entidades gestoras no ano anterior.

A ERSAR analisou 180 variáveis, através de dados fornecidos pelas entidades gestoras das redes. Uma das que tem mais impacto é a percentagem de água não cobrada, que varia entre 1% e 80%. Se a este valor se somarem as perdas reais e aparentes, há municípios que ultrapassam os 80%.

O Município de Aguiar da Beira há vários anos que apresenta elevadas percentagens de água não facturada e de perdas de água. Desde 2014, ano a partir do qual há dados consistentes, que o Município apresenta percentagens de água não facturada acima de 64%. Em 2019 o valor era de 64,6%, o que se traduz em 341 milhoes de litros. Para este valor, o relatório caracteriza a qualidade do serviço como insatisfatória. O valor médio da água não facturada em Portugal é de 28,8%.

Relativamente às perdas de água, houve uma melhoria em relação a 2016, quando apresentava perdas de 202 litros/ramal/dia, registando, em 2019, uma perda de 138 litros/ramal/dia, valor superior à média que foi de 120 litros/ramal/dia. Este valor equivale a perdas reais de água no município de mais de 260 milhões de litros, em 2019. Registaram-se ainda 227 avarias nas condutas e perdas de água por erros de medição de 11.203,5 metros cúbicos. Relativamente à reabilitação de condutas, o Município apresentava um valor de 0,9%, valor acima da média nacional que foi de 0,5%.

Uma das variáveis mais importantes do ponto de vista do consumidor é a percentagem de água segura que, em 2019, em Aguiar da Beira, apresentava um valor de 98,32%, que para a ERSAR, corresponde a uma percentagem de água segura mediana, mas, ainda assim, com boa qualidade e com uma melhoria relativamente a 2018. A média da percentagem de água segura em Portugal continental, em 2019, foi de 98,66%.

Em 2019, o Município de Aguiar da Beira aderiu ao sistema da Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *