Liga Portuguesa Contra o Cancro inaugura novas instalações da Delegação Distrital da Guarda

Novo espaço pretende afirmar-se como polo dinamizador das atividades de apoio ao doente oncológico e seus cuidadores e de prevenção da doença no distrito da Guarda.

Dando continuidade a uma política de descentralização de serviços e de proximidade às populações, o Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro inaugura, no próximo dia 15 de Setembro, pelas 11h30, as novas instalações da Delegação Distrital da Guarda, localizadas na Rua 5 de Outubro, n.º 50 (Guarda).

O novo espaço representa um investimento na melhoria das condições de trabalho dos voluntários e de acolhimento de doentes e utentes dos serviços da Liga Portuguesa Contra o Cancro“, referiu a Liga em comunicado.

A Delegação integrará, numa primeira fase, o Movimento Vencer e Viver (MVV), de apoio à mulher com cancro da mama, a extensão distrital da Unidade de Psico-Oncologia, através da qual é disponibilizado, gratuitamente, apoio psicológico a doentes oncológicos e familiares, eainda, o Grupo de Voluntariado Comunitário da Guarda. Pretende constituir-se, também, como polo dinamizador de ações de sensibilização sobre prevenção do cancro, para a comunidade, de formação de profissionais das áreas da saúde e educação, e, sobretudo, das iniciativas de cuidados a doentes, nomeadamente as que se perspetivam desenvolver em contexto domiciliário.

Relembramos que a Delegação da Guarda funcionou, no período compreendido entre 2016 e 2021, em instalações gentilmente cedidas pela Unidade Local de Saúde da Guarda, representando, deste modo, uma das 5 delegações distritais desta Instituição na Região Centro“, acrescentou.

Na cerimónia de inauguração estarão presentes Vítor Rodrigues, Presidente da Direção do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancroe Sérgio da Silva Costa, Presidente da Câmara Municipal da Guarda. Para além de responsáveis de entidades oficiais e comunitárias, participarão também nesta sessão a Coordenadora Regional do Movimento Vencer e Viver, Olga Braz Pereira, e o responsável do Grupo de Voluntariado Comunitário da Guarda, Nuno Lucas.

A Liga Portuguesa Contra o Cancro

As doenças oncológicas continuam a registar uma alta incidência em Portugal (mais de 60 000 novos diagnósticos a cada ano)sendo uma das principais causas de morbilidade, incapacidade e mortalidade, com profundo impacto nos doentes, nas famílias e na sociedade.

A Liga Portuguesa Contra o Cancro, fundada em 1941, tem registado uma atividade constante, assinalável e próxima no apoio ao doente oncológico e cuidadores, na prevenção primária e secundária da doença oncológica e no apoio à formação e à investigação em cancro. Não recebendo subsídios ou subvenções estatais para o desenvolvimento das suas atividades, são os fundos provenientes do Peditório anual o garante da sustentabilidade financeira das atividades que desenvolve, nomeadamente as de apoio ao doente e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.