Legislativas 2022: votos dos emigrantes estão contados — dois deputados para o PS e dois para o PSD

A contagem dos votos dos 34 consulados no estrangeiro deram ao PS 37,72% e ao PSD 28,40%. O Chega também foi a terceira força política entre os emigrantes, com 9,86% dos votos, valor acima do alcançado em território nacional. Apesar de tudo, após reclamação do PSD, mais de 80% dos votos dos emigrantes do círculo da Europa foram anulados.

Os votos dos emigrantes nas legislativas de 30 de Janeiro deram mais dois deputados ao PS e outros dois ao PSD. O PS, que já tinha conseguido a maioria absoluta com os votos do território nacional, alcançou os 119 deputados, enquanto que o PSD conseguiu apenas 73.

Com a contagem dos votos dos 34 consulados no estrangeiro são agora conhecidos os nomes dos 230 deputados que irão representar os portugueses na XV legislatura.

Nas eleições legislativas de 2019 tinham votado cerca de 160 mil emigrantes portugueses no estrangeiro, enquanto que nas actuais legislativas a participação aumentou para cerca de 240 mil votantes, resultado que será devido à facilidade do voto por correspondência verificado nestas eleições.

O PSD contestou junto da Comissão Nacional de Eleições (CNE) a validação de votos de emigrantes sem estarem acompanhados de cópia do cartão de cidadão, como exige a lei. O problema foi que esses votos  foram misturados com os votos válidos e a mesa da assembleia de apuramento geral acabou por anular os resultados de dezenas de mesas, incluindo votos válidos e inválidos, por ser impossível distingui-los uma vez na urna. Segundo o edital publicado na quinta-feira sobre o apuramento geral da eleição do círculo da Europa, de um total de 195.701 votos recebidos, 157.205 foram considerados nulos, o que equivale a 80,32%.

O PS, que tinha ponderado recorrer ao Tribunal Constitucional por anulação dos votos da emigração, desistiu da ideia e quer mudar a lei eleitoral para facilitar os processos de exercício do direito de voto dos cidadãos portugueses residentes no estrangeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.