Contratos do Programa PARES 3.0 assinados esta terça-feira na Guarda: AMRC contemplada com cerca de 900 mil euros

©Ana Mendes Godinho

A Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, esteve esta terça-feira presente no Instituto Politécnico da Guarda a fim de presidir à cerimónia de assinatura de 24 contratos do Programa PARES 3.0 referentes ao Distrito da Guarda.

Trata-se do maior investimento de sempre, em equipamento e respostas sociais, num total de 234 milhões de euros“, referiu a Ministra.

O Programa PARES, que vai já na sua terceira geração, tem como finalidade apoiar o desenvolvimento e consolidar a rede de equipamentos sociais, designadamente na criação de novos lugares, em várias vertentes/respostas sociais: nas creches, no reforço dos serviços de apoio domiciliário e dos centros de dia, no aumento dos lugares em estruturas residenciais para idosos e na integração de pessoas com deficiência através de respostas residenciais e de centros de atividades ocupacionais.

Distrito da Guarda com 24 candidaturas aprovadas, 4 no concelho de Aguiar da Beira

No Distrito da Guarda, o PARES 3.0 vai apoiar 24 candidaturas, num investimento público de 14 696 048 de euros, para 40 respostas sociais. No concelho de Aguiar da Beira foram contempladas 4 candidaturas, nas freguesias de Carapito, Cortiçada, Penaverde e Dornelas, “todas elas no âmbito da população idosa, com exceção da última, que visará a comunidade com deficiência“, referiu o Município em comunicado.

O investimento público nas instituições do concelho de Aguiar de Beira ascende a 2 846 954 euros, tendo a Associação Menina do Rosário de Carapito (AMRC) sido foi contemplada com 890 756 euros, o Centro Social e Paroquial da Cortiçada com 243 025 euros, o Centro Social e Paroquial de Penaverde com 296 029 euros e o Centro Social e Paroquial de Dornelas com 1 417 144 euros.

O Presidente da Câmara Municipal de Aguiar da Beira, Virgílio da Cunha, marcou presença no evento, “por se tratarem de verbas indispensáveis ao desenvolvimento de projetos no domínio da resposta social, tão necessários ao concelho, por forma a permitir o bem-estar dos mais vulneráveis e dependentes“, concluiu o Município.

Marcaram ainda presença António José Fonseca Ferreira e Cláudia Batista, da AMRC, o Padre Silvério Cardoso e vários representantes de instituições do concelho.

A Direção da AMRC congratulou-se pela assinatura e entrega do Contrato de Comparticipação Financeira, assumindo ter dado “mais um passo” importante, agradecendo “a todos quantos acreditaram” no seu projeto.

©AMRC

O Programa PARES 3.0 foi criado em 2020 e recebeu na altura 1100 candidaturas, tendi sido 371 aprovadas, para 658 respostas sociais, abrangendo 22 365 lugares intervencionados, a que corresponde um investimento global superior a 393 milhões de euros, dos quais mais de 243 milhões de euros de investimento público.

1 comentário

  1. Pela celebração na Guarda da assinatura e entrega do Contrato- Programa Pares 3 O relativo a Carapito. Um agradecimento muito especial e muitos Parabéns à AMRC / Junta de Freguesia de Carapito . Um Carapitense – Emigrante –

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.