Bragança, Castelo Branco e Guarda recebem Secretarias de Estado

Florestas, Valorização do Interior e Acção Social são as Secretarias que o Governo decidiu mudar para Bragança, Castelo Branco e Guarda, numa política de maior proximidade como interior do país. Neste âmbito, a cidade da Guarda recebe em permanência, a partir do dia 9 de Dezembro, a Secretaria de Estado da Acção Social, tutelada por Rita da Cunha Mendes.

O Governo decidiu avançar nesta legislatura com a descentralização de três das 50 secretarias de estado, que vão ficar instaladas nas cidades de Bragança, Castelo Branco e Guarda, segundo foi anunciado esta quarta-feira. Apesar de só agora ter ficado decidido, o assunto tem vindo a ser discutido já desde a tomada de posse do executivo, no final de Outubro. A decisão decorre de uma política de maior proximidade e pretende dar mais importância à coesão territorial.

A Secretaria de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, ocupada por João Catarino, ficará em Castelo Branco, no edifício do antigo Governo Civil. Além das audiências, reuniões e eventos do gabinete do secretário de Estado da Conservação da Natureza, Florestas e Ordenamento do Território, o edifício irá receber actividades dos restantes membros do Governo, nomeadamente, daqueles que integram o Ministério do Ambiente e Acção Climática.

A Secretaria de Estado da Valorização do Interior, a cargo de Isabel Ferreira, fica instalada na cidade de Bragança, no Brigantia Ecopark.

A cidade da Guarda irá receber em permanência, a partir do dia 9 de Dezembro, a Secretaria de Estado da Acção Social, tutelada por Rita da Cunha Mendes. A sede da Secretaria de Estado da Acção Social ficará instalada no Centro Distrital da Guarda do Instituto da Segurança Social e, temporariamente, na delegação distrital da Guarda do Instituto da Mobilidade e dos Transportes, até que as instalações definitivas fiquem disponíveis.

A Secretaria de Estado vai dispor de um gabinete de apoio em Lisboa, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS), onde se deslocará semanalmente.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se à discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *