Concelho

Aguiar da Beira recupera bailes “à moda antiga”

Iniciativa do 60 Mais Social Clube do CLDS 3G Aguiar no Coração pretende recuperar alegria nas aldeias ao domingo à tarde.

Foto de Aguiar do Coração.

Os convívios à moda antiga, com baile popular, tocadores locais e, acima de tudo, muita animação, voltaram a Aguiar da Beira. O primeiro destes bailes realizou-se no Souto, tendo juntado cerca de uma centena de pessoas, na tarde do último domingo (gordo), já em ambiente carnavalesco.

A iniciativa, que partiu do CLDS 3G Aguiar no Coração, através da ação 60 Mais Social Clube, pretende “devolver às aldeias e à população as tardes domingueiras de alegria e convívio entre gerações, recuperando hábitos culturais e reforçando laços sociais e níveis de participação”, refere Altino Pinto, coordenador do programa “Aguiar no Coração”. “Ao contrário do que possa parecer, estes não são convívios para “velhos”, mas, sim, para todos aqueles que querem dançar, tocar um instrumento, representar uma tradição, socializar e, acima de tudo, divertir-se”, clarifica, revelando o sucesso do primeiro baile.

Viveu-se uma tarde fantástica, com muita diversão e convívio entre gerações, numa aldeia que, por norma, tem domingos com pouca gente e pouca atividade. Foi ótimo ver a alegria das pessoas, que dançaram até não poderem mais ao som de tocadores de concertina, acordeão e até guitarra portuguesa, que apareceram para reviver tempos antigos. Nem foi preciso o gira-discos”, concluiu Altino Pinto.

Na tarde de convívio houve ainda cantares e danças tradicionais protagonizadas pelos participantes e tradições do entrudo, incluindo as carnes e enchidos de porco cozinhados à fogueira nas panelas de ferro, num excelente trabalho dos membros do 60 Mais Social Clube – núcleo do Souto, e de toda a comunidade que participou.

O 60 Mais Social Clube organiza-se como um grupo informal e pretende integrar os cidadãos seniores ou pessoas inativas de modo a estimular a sua participação e (re)integração na sociedade e nas dinâmicas do concelho, reforçando o envelhecimento ativo e a autonomia dos seniores, bem como a elevação da sua autoestima e do seu sentimento de utilidade para os outros e para a sociedade. Tem objetivo ainda de desenvolver atividades de transferência de conhecimento para os mais jovens e para a comunidade.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *