País

Acidente em França vitima doze portugueses

Portugueses vinham da Suíça para passar a Páscoa em Portugal, mas a viagem, infelizmente, acabou numa enorme tragédia.

img_905x603$2016_03_25_10_13_33_523251
Resultado da colisão entre os dois veículos (Jornal La Montagne).

Um trágico acidente ocorreu ontem pelas 23H45, entre Moulins e Montbeugny, na zona de Allier, perto de Lyon. A carrinha em que seguiam os portugueses chocou de frente com um camião, ainda em circunstâncias por apurar.

Os motoristas do veículo pesado, de nacionalidade italiana, não sofreram ferimentos de maior gravidade. O motorista da carrinha, Ricardo Pinheiro, com 19 anos e natural de Carapito, foi levado para o Hospital de Moulins devido aos ferimentos, encontrando-se em estado de choque. Depois de feitas análises ao sangue, o jovem não acusou a presença de álcool.

A carrinha transportava 13 pessoas. David Delavoet, secretário geral da Câmara Municipal de Ailler, explicou à rádio France Info que “os elementos de emergência médica deram conta da morte de 12 pessoas, os 12 passageiros da carrinha. O condutor foi o único sobrevivente, bem como os dois condutores do pesado que chocaram de frente“.

Os emigrantes saíram de Lausana, na Suíça, por volta das 21H00 de quinta-feira, tendo como destino o centro de Portugal. As vítimas tinham idades entre os 7 e os 63 anos.

O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, e o secretário de Estado dos Transportes, Alain Vidalies, emitiram um comunicado onde lamentam o acidente que fez 12 mortos de nacionalidade portuguesa. “Os ministros endereçam às famílias as suas condolências e todo o seu apoio neste terrível acontecimento“, como se pode ler no documento, que acrescenta ainda que há um inquérito aberto, que está a cargo da polícia, e que “deve esclarecer as circunstâncias exatas desta tragédia“.

Também o primeiro ministro português, António Costa, já lamentou o acidente e deixou as condolências às famílias das vítimas.

A carrinha pertencia a um empresário de Palhais, tio do condutor. Três das vítimas eram naturais de Arnas, Sernancelhe, como esclareceu Carlos Silva Santiago, presidente da Câmara Municipal de Sernancelhe, em declarações à Lusa. As outras vítimas eram dos concelhos de Cinfães, Oliveira de Azeméis, Pombal, Castelo de Paiva, Arouca e Trancoso.

A população de Carapito ficou também muito consternada devido ao sucedido, vivendo-se uma enorme tristeza na aldeia.

Aguarda-se agora a recuperação, principalmente do estado de choque, do Ricardo, a quem se deseja rápidas melhoras, bem como sentidas condolências a todas as famílias das vítimas falecidas.

A carrinha em que seguiam os 13 portugueses (THIERRY ZOCCOLAN/AFP).
A carrinha em que seguiam os 13 portugueses (THIERRY ZOCCOLAN/AFP).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *